eu precisava voltar.

ficar longe foi como se eu estivesse me escondendo.
porque, já não sou mais anônima.
tenho rosto, fisionomia, aparência.

era meu refúgio.
foi descoberto. parei de vir.

mas, precisava voltar.

esses dias, fiz um buraco na alma.
comunguei com um eu que não existe mais.
não gosto desse eu.
quero mantê-lo longe, distante. intacto.

lembrar desse tempo, é como se eu admitisse ser capaz de fazer tudo de novo.

não quero. essa não sou eu.
eu sou outra. segura, independente, capaz.

só que eu precisava voltar.
pensar no todo. descobrir o que está errado.

abri uma ferida.
descobri que não estava cicatrizada. só disfarçada.

ferida aberta, quanto mais se mexe, piora.

eu precisava… eu voltei.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s